Você está aqui: Página Inicial > Penitenciária em Roraima está há 20 dias sem novos casos de Covid-19

Notícias

Penitenciária em Roraima está há 20 dias sem novos casos de Covid-19

publicado: 29/05/2020 20h55 última modificação: 29/05/2020 20h58

Brasília, 29/05/2020 - A Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC), em Roraima, está há 20 dias sem nenhum novo caso de Coronavírus entre os presos da unidade. A atuação da Força de Cooperação do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), em ação conjunta com a Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (SEJUC), na instalação de novos procedimentos de combate à doença como distribuição de materiais de proteção aos presos, instalação de Postos de Barreiras Sanitárias e até uma comissão interna de servidores que atua na orientação e fiscalização do cumprimento dos protocolos, fez a diferença nos resultados efetivos para o combate à doença. 

Após reunião da coordenação da Força de Cooperação do Depen com o Secretário da Sejuc RR, André Fernandes, foram estabelecidos os padrões de conduta a serem adotados nas penitenciárias do estado para a prevenção da disseminação da COVID-19. 
Por meio da Portaria 111 da Sejuc RR, foi instituído locais em que seriam adotados protocolos com a utilização de questionários, oxímetros, termômetros e higienização de pessoas, que foram chamados Postos de Barreiras Sanitárias. Foram instalados pedilúvios, recipientes de desinfecção para solas dos sapatos, na entrada dos estabelecimentos, nas áreas de vivência, galerias, entrada dos serviços administrativos, setor de saúde, refeitórios e alojamentos.

Também foi criada a comissão interna de servidores, em cada unidade prisional, com o objetivo de orientar e conscientizar os servidores e presos sobre os protocolos de saúde, realizar o controle sanitário e a desinfecção dos locais.

Segundo o Secretário André Fernandes, as iniciativas de combate ao Covid-19 começaram em março, mas a instalação das barreiras sanitárias fizeram a diferença para o resultado dos últimos 20 dias “Com a Força, nós instalamos as barreiras sanitárias, a obrigação de usos de EPIs na unidade, com a possibilidade de abertura de procedimento administrativo disciplinar, e a efetiva fiscalização faz com os agentes tenham cada vez mais consciência dos cuidados com a doença.”, disse ele.

Para o Coordenador da Força de Cooperação em Roraima, Claudevan Costa, as iniciativas melhoram o comportamento de todos os envolvidos para o enfrentamento da pandemia "A partir da implantação desses novos procedimentos, com postos sanitários rigorosos, com entrega de materiais de EPI's e orientações claras para servidores, houve uma melhora comportamental na unidade, uma maior disposição individual para praticar a prevenção. Hoje, os resultados são percebidos por todos, e atribuídos às novas ações implementadas e aprimoradas dia a dia", ressaltou ele.

Os procedimentos e cuidados diários foram baseados no manual “Medidas de Controle e Prevenção do novo coronavírus (covid-19) no Sistema Penitenciário Federal” elaborado pela equipe da Coordenação Geral de Assistências nas Penitenciárias (CGAP) da Diretoria do Sistema Penitenciário Federal, do Depen. 
Os cuidados também foram estendidos às áreas comuns de uso dos servidores e terceirizados. Nos refeitórios, foi realizada a troca das tradicionais mesas de refeitório por cadeiras individuais com distanciamento marcado. Nos alojamentos, o maior distanciamento entre as camas e troca de colchões tradicionais por outros novos e com capa que permite a higienização. 
Outro fator importante é que todos os policiais penais receberam Equipamentos de Proteção Individual e os presos receberam máscaras, sendo obrigatório o uso.

Doações do Depen para RR

O Depen já doou mais de 10 mil máscaras de proteção para o sistema penitenciário roraimense e ainda serão entregues óculos, álcool 70%, sabonete líquidos, luva para procedimentos, termômetros e aventais descartáveis. Também está prevista para junho a entrega de 400 testes rápidos de detecção do Covid -19.

Serviço de Comunicação Social do Depen