Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > Proposta de Integração dos Sistemas de Gestão Prisional é discutida hoje

Notícias

Proposta de Integração dos Sistemas de Gestão Prisional é discutida hoje

publicado: 09/05/2018 11h38 última modificação: 09/05/2018 11h57

Brasília, 09/05/2018 –  Nesta quarta-feira (09), o diretor-geral do Depen, Carlos Felipe Alencastro F. de Carvalho, recebeu o Sr. Eduardo Picareli, Juiz Federal da 4ª Região e coordenador Nacional do SEI, e a Sra. Patrícia Valentina, gestora nacional do SEI.

Na oportunidade, apresentaram uma proposta de Integração dos Sistemas de Gestão Penitenciário utilizando a plataforma do Sistema Eletrônico de Informações – SEI alinhando os Sistemas necessários ao controle da execução da pena de forma nacional.

O diretor-geral do Depen salientou a importância da integração das informações provenientes dos Estados de maneira a fomentar a correta distribuição e aplicação dos recursos do Fundo Penitenciário Nacional – Funpen. “Coletar informações com precisão e agilidade ainda é um desafio de proporções continentais para o Departamento”, frisa.

“ A importância da integração é permitir que sistemas diferentes consigam fazer exatamente essa troca de informação que um sistema tem e o outro não tem, de uma forma não burocrática, automatizada, sem que haja muita interferência do trabalho humano. O sistema mesmo se encarrega de buscar as informações que ele precisa no outro sistema e vice-versa. Agiliza, é mais econômico e é mais célere” acrescentou o Juiz Federal, Sr. Eduardo Picarelli.

Para o Depen, o grande desafio é justamente obter informações precisas que garantam uma alocação inteligente dos recursos do Funpen em Políticas Públicas como modernização do sistema prisional, alternativas penais, saúde, trabalho e renda. Fazendo cumprir as determinações da Lei de Execução Penal em todos os Estados como já acontece nos Presídios Federais.

“Com relação a estas integrações, o que se pretende é manter a coerência das decisões que são tomadas com base nas informações. Pois, quando as informações são as mesmas, mas, em sistemas diferentes, pode haver algum descompasso entre uma e outra. Inclusive no tempo de atualização de uma informação. Mas se ela for alimentada num único local, e deste local as pessoas possam se servir da informação, é possível ter muito mais segurança nas decisões que são tomadas tendo por base as informações que são alimentadas por todos, mas em um local só” destacou a gestora nacional do SEI, Sra. Patrícia Valentina.

O coordenador do SisDepen, Hugo Devotti lembrou que “O ideal seria conseguir integrar dados da Segurança Pública, Poder Judiciário e Sistema Prisional de forma a obter dados de maneira rápida e eficaz”.

 

Serviço de Comunicação Social do Depen

registrado em: , , ,