Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > Provas do Encceja PPL são aplicadas em 26 Unidades da Federação nesta terça

Notícias

Provas do Encceja PPL são aplicadas em 26 Unidades da Federação nesta terça

publicado: 18/12/2017 16h03 última modificação: 20/12/2017 15h15

Brasília, 18/12/2017 - Nesta terça-feira, inicia-se a aplicação do exame nacional Encceja PPL (Exame Nacional de Certificação das Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade). As provas acontecerão nos dias 19 e 20 deste mês, em 997 estabelecimentos prisionais, das 26 Unidades da Federação (exceto no Estado do Acre).

Após dois anos sem ser aplicado em todo o país, o Encceja PPL volta a ser realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) e agora com a finalidade da certificação dos ensinos fundamental e médio.

Com apoio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) para aplicação, esses exames fazem parte da estratégia do Governo Federal em fortalecer a política de educação para pessoas privadas de liberdade, considerando ser esse o caminho para se garantir um retorno adequado ao convívio em liberdade.

Segundo dados de junho de 2016 do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen), 90% da população prisional não possui a educação básica completa, sendo que 51% possuem o ensino fundamental incompleto. Assim, a realização do Encceja PPL apresenta compatibilidade com perfil de escolaridade das pessoas presas, tornando-se um forte aliado para a Política Educacional.

Segundo Letícia Maranhão Matos, coordenadora de educação, cultura e esporte do Depen, a oferta da educação no sistema prisional deve ser encarada com uma estratégia para superar as desigualdades trazidas ao longo da trajetória de vida das pessoas que por ali passam. “Toda pessoa nasce com potencial, e a passagem pelo sistema prisional pode ser a chance para grandes mudanças”, afirma a coordenadora.

 

Número de pessoas privadas de liberdade inscritas e quem pode participar

A edição de 2017 contou com a inscrição de 63.778 candidatos do sistema prisional. Para participar é preciso ter, no mínimo, 15 anos de idade para quem busca a certificação do Ensino Fundamental; e 18 anos para quem busca a certificação do Ensino Médio. O exame é dividido em quatro provas objetivas, por nível de ensino, e uma redação.

 Serviço de Comunicação Social do Depen

 

 

 

registrado em: ,