Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > LV Curso Básico de Inteligência Penitenciária para Outros Órgãos é realizado em Assunção, Paraguai

Notícias

LV Curso Básico de Inteligência Penitenciária para Outros Órgãos é realizado em Assunção, Paraguai

Primeiro CBIPENO realizado fora do país acontece em Assunção, Paraguai. A proposta se estenderá a outros países-membros do MERCOSUL.
publicado: 22/03/2019 15h06 última modificação: 22/03/2019 15h11

  

Brasília, 22 de março de 2019 – A Escola Nacional de Serviços Penais – Espen, em parceria com o Serviço de Assuntos Institucionais - SAI e a Diretoria de Inteligência Penitenciária (Dipen) do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), realizou, entre os dias 11 e 15 de março na cidade de Assunção - Paraguai, o LV Curso Básico de Inteligência Penitenciária para Outros Órgãos – LV CBIPENO PY, sendo o Paraguai o primeiro país do MERCOSUL a receber o curso.

A proposta integra acordo firmado pelo Grupo Especializado em Assuntos Penitenciários da comissão técnica da Reunião de Ministros do MERCOSUL e Estados associados, realizada em Montevidéu, Uruguai. Na ocasião do encontro, a delegação brasileira ofereceu aos países-membros e associados do MERCOSUL a realização, ainda no primeiro semestre de 2019, de cursos básicos de Inteligência Penitenciária.

Estiveram presentes no evento autoridades paraguaias como o Ministro da Justiça, Dom Júlio Rios, o vice-Ministro da Justiça, Carlos Uespe, o vice-Ministro da justiça, Pascoal Barrios e o vice-Ministro de Políticas Criminais, Joaquín González. Representando o Brasil, participaram do evento o Embaixador do Brasil no Paraguai, Carlos Alberto Simas Magalhães, o Diretor da Divisão de Inteligência Penitenciária do Departamento Penitenciário Nacional - DIPEN/DEPEN, Washington Clark e o Agente Federal de Execução Penal, Sérgio Medeiros.  Servidores da Abin e da Polícia Federal que atuam no país também compareceram para prestigiar o evento.

A ação educacional totalizou 42 horas/aula, distribuídas entre cinco disciplinas, e teve como público-alvo Agentes Penitenciários do Paraguai, Agentes da Polícia Nacional do Paraguai e servidores de outras Agências convidadas. A primeira turma de CBIPENO no exterior teve 32 alunos matriculados.

As aulas foram ministradas por servidores do Depen qualificados na área de inteligência penitenciária, e supervisionadas pela Espen, cuja missão é fomentar e executar estratégias de formação inicial e continuada, pesquisa, formulação de doutrina e aperfeiçoamento profissional em serviços penais e de produção e compartilhamento de conhecimentos em políticas públicas voltadas ao sistema prisional.

A Escola Nacional de Serviços Penais considera o CBIPENO – Paraguai, primeiro curso realizado fora do país, uma ação educacional de sucesso e vislumbra o desenvolvimento deste tema em outros países-membros e associados do MERCOSUL ainda no ano de 2019. A realização do LV CBIPENO-PY foi um marco histórico para a Escola Nacional de Serviços Penais, para o Departamento Penitenciário Nacional, para o Ministério da Justiça e Segurança Pública e para o Brasil.

Serviço de Comunicação Social do Depen - SECOM

registrado em: