Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > ESPEN FORMA NOVOS INSTRUTORES DE ARMAMENTO E TIRO DO DEPEN

Notícias

ESPEN FORMA NOVOS INSTRUTORES DE ARMAMENTO E TIRO DO DEPEN

III Curso de Formação de Instrutores de Armamento e Tiro é oferecido aos servidores da carreira penitenciária de todo país
publicado: 27/07/2018 15h51 última modificação: 27/07/2018 17h23

 

Brasília, 27/07/2018 – A Escola Nacional de Serviços Penais – ESPEN, entre os meses de junho e julho, promoveu o esperado e concorrido Curso de Formação de Instrutores de Armamento e Tiro do Departamento Penitenciário Nacional – DEPEN. Em sua terceira edição, a referida ação educacional é fruto de uma parceria firmada entre Escola Nacional de Serviços Penais (ESPEN) e Sistema Penitenciário Federal (SPF), ambos integrantes do DEPEN. A iniciativa teve início em 2016, tendo sido consolidada em 2018 nas dependências da Academia Nacional de Polícia (ANP), em Brasília, a partir de Termo de Execução Descentralizada (TED) entre esta instituição e a ESPEN/DEPEN.

O ambiente estruturado e organizado da Academia Nacional de Polícia (ANP), com estandes de tiro, salas de aula equipadas e alojamentos padronizados, ofereceu aos servidores provenientes de diferentes estados da federação a comodidade necessária ao fiel cumprimento das intensas e exaustivas atividades que integraram a grade curricular do curso.  Com carga-horária total de 160 horas/aula, o curso contemplou, além da doutrina de Armamento e Tiro propriamente dita, disciplinas como Metodologia de Ensino e Desenvolvimento Pedagógico, Comportamento Intra e Inter Pessoal e Primeiros Socorros em Atividade Policial.

O corpo docente, formado por servidores do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN) e do Departamento de Polícia Federal (DPF), reuniu instrutores de armamento e tiro das cinco penitenciárias federais do país e da sede do DEPEN, além de técnicos e agentes de polícia cedidos pela ANP. Ao todo, participaram cerca de 40 colaboradores entre docentes, instrutores, socorristas, motoristas, plantonistas, supervisores, coordenadores e a gestão do curso. Além dos colaboradores que atuaram in loco, a ação educacional contou com o apoio da coordenação de planejamento e coordenação de educação da ESPEN, o Serviço de Comunicação Social do DEPEN e a Diretoria do Sistema Penitenciário Federal.

Dentre os 60 alunos matriculados, 53 obtiveram certificado de conclusão do curso, um percentual de, aproximadamente, 88% de aprovação. Com enfoque à formação didática e técnico-operacional de padrão elevado, foram exigidos, ao final da ação educacional, conhecimentos como a elaboração de cursos e aulas relacionados à armas de fogo; identificação e funcionamento de armamentos e de suas peças, nomenclatura, técnicas de desmontagem e montagem, técnicas de inspeção de armas; ação em conformidade com as regras de segurança no manejo de armas de fogo; execução das técnicas com precisão, velocidade e segurança; atuação em equipe, dentre outras faculdades imprescindíveis à salutar função de disseminador de conhecimentos.

Segundo a Diretora da ESPEN, Taís Kuchnir, “estamos todos muito orgulhosos dos 53 novos docentes de Armamento e Tiro. Dos 53 aprovados, 36 são agora instrutores do DEPEN que chegam com novo vigor e muita vontade de contribuir para a melhoria dos métodos de ensino da disciplina, em parceria com esta Escola. Além desses, a ESPEN formou 17 docentes dos Estados, o que contribui para a padronização de procedimentos de Armamento e Tiro no sistema prisional do país e fortalece os laços entre o DEPEN e os Estados da Federação”.

 

Serviço de Comunicação Social do DEPEN

 

registrado em: ,