Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > Depen promove assistência religiosa em Alcaçuz-RN

Notícias

Depen promove assistência religiosa em Alcaçuz-RN

publicado: 21/07/2017 13h02 última modificação: 31/08/2017 17h58

 

Brasília, 24/04/17 – Nesta quarta-feira (20), a Coordenação-Geral de Assistências nas Penitenciárias (CGAP) da Diretoria do Sistema Penitenciário Federal (DISPF) intermediou a realização do serviço de assistência religiosa em Alcaçuz-RN. O atendimento foi para aproximadamente 800 presos, sendo a primeira vez que eles receberam esta assistência após a rebelião ocorrida em janeiro. A realização foi feita por dois integrantes da Associação de Assistência ao Dependente Químico e Encarcerados (AADQE), de Porto Alegre-RS.

De acordo com o  coordenador da Força Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP), André Fernandes, essa é uma ação necessária para que gradativamente todos os direitos e assistências dos internos sejam garantidos. “Visamos primeiro a segurança da sociedade, dos agentes e trabalhadores das penitenciárias e dos presos. No entanto, é imprescindível também preservar os direitos dos presos”, afirmou.

Em razão disso, o Sistema Penitenciário Federal (SPF) convidou os integrantes da AADQE, que já possuem experiência nesse atendimento no estado do Rio Grande do Sul, atuando em 103 penitenciárias estaduais. Durante a visita religiosa, os presos receberam exemplares de bíblias que foram doadas pelos Gideões Internacionais no Brasil. Foram doados 500 exemplares de bíblia.

O presidente da AADQE, Lacir Moraes Ramos, é ex-presidiário e realiza esse trabalho de assistência religiosa há 28 anos, sendo que 18 anos foram durante o cumprimento de sua pena. De acordo com ele, a espiritualidade causa grande impacto positivo no processo de ressocialização do preso. Ramos é autor do livro “Um milagre na Escola do Crime”.

O colaborador da Sociedade Bíblica do Brasil, René Assumpção, também participou da visita religiosa aos presos. De acordo com Assumpção, esse serviço está sendo realizado nas Penitenciárias Federais. “Os presos das unidades de Catanduvas, Campo Grande e Porto Velho já receberam o atendimento religioso pela AADQE”.

registrado em: , ,