Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza

Notícias

19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza

Dentre os grupos prioritários para a vacinação estão incluídos todos os servidores e colaboradores do sistema prisional.
publicado: 15/08/2017 13h03 última modificação: 18/12/2017 21h40

 

Brasília, 19/05/2017 – Por ocasião da 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe lançada pelo Ministério da Saúde foi realizada, nos dias 16 e 19/05, a imunização na sede do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). A campanha visa reduzir o absenteísmo, as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza. A Técnica Federal de Apoio à Execução Penal, Suelen Andrade, frisou que a vacinação é de extrema importância para os servidores e colaboradores, uma vez que estão inseridos no grupo de risco.

A gripe é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém‐contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz. Desse modo, faz-se necessária a presença de imunidade prévia, adquirida com a imunização, que reduz as chances de infecção.

Dentre os grupos prioritários para a vacinação estão incluídos todos os servidores e colaboradores do sistema prisional. Com o objetivo de disponibilizar a vacina ao grupo a Coordenação de Saúde (COS) da Coordenação Geral da Promoção da Cidadania (CGPC) realizou em parceria com o Núcleo de Saúde e Qualidade de Vida do Servidor (NSQV) a administração das vacinas, que foi aplicada pela equipe de Técnicos Federais de Apoio à Execução Penal.  Segundo o técnico Kleber Carlos “a campanha teve por objetivo de imunizar os servidores e colaboradores diminuindo assim a comorbidade relativas à doença e promover a prevenção da doença e a promoção da saúde”.

registrado em: , , ,