Você está aqui: Página Inicial > Depen promove cerimônia de recepção dos novos servidores

Notícias

Depen promove cerimônia de recepção dos novos servidores

Os servidores atuarão nas penitenciárias federais ou na sede do Departamento
publicado: 27/06/2019 07h49 última modificação: 27/06/2019 07h49

Brasília, 26/06/2019 - Na manhã dessa terça-feira (25), o Departamento Penitenciário Nacional – Depen realizou a cerimônia de recepção dos novos servidores, integrantes da última turma do concurso público do Depen 2015.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União, em 06 de maio, e contratou 134 novos servidores, para os cargos de agente federal de execução penal e especialistas em assistência à execução penal, que exercerão suas atividades nas penitenciárias federais em Brasília (DF), Campo Grande (MS), Catanduvas (PR), Porto Velho (RO) ou na sede do Departamento, também em Brasília.

Para Marcelo Stona, diretor do Sistema Penitenciário Federal – SPF do Depen, os novos servidores possuem importante papel para ações futuras do Departamento. “O Depen possui um legado no que diz respeito à execução penal do país. Esses novos servidores irão colaborar para manter o padrão de excelência que já vem sendo executado”, ressalta.

Os agentes federais de execução penal são responsáveis pelas atividades de atendimento, vigilância, custódia, guarda, escolta, assistência e orientação de pessoas recolhidas aos estabelecimentos penais e de internamento federais. Já os especialistas em assistência à execução penal são responsáveis pelas atividades de classificação e assistência material, educacional, social e à saúde do preso, internado ou egresso.

 

Nomeações do concurso público 2015

Em 2017, foi autorizada a nomeação de 368 candidatos aprovados no concurso público do Depen. Nessa ocasião, foram nomeados 360 agentes federais de execução penal, 12 especialistas em assistência penitenciária e 14 técnicos de apoio à assistência penitenciária.
Assim como nesta última nomeação, referente ao Edital do concurso de 2015, os servidores foram distribuídos nas penitenciárias federais e na sede do Depen.