Você está aqui: Página Inicial > Depen atualiza Infopen com informações de trabalho e educação no sistema prisional

Notícias

Depen atualiza Infopen com informações de trabalho e educação no sistema prisional

publicado: 23/03/2020 16h17 última modificação: 23/03/2020 16h17

Brasília, 23/03/2020 - O Departamento Penitenciário Nacional atualizou os painéis interativos do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) com dados de trabalho, educação, jurídicos, nacionalidade de presos estrangeiros e população indígena. No total, são 143.561 presos trabalhando no sistema prisional e 110 mil presos que estudam. As informações adicionadas colaboram para o melhor diagnóstico do sistema prisional brasileiro e contribuem para a elaboração de políticas públicas para os privados de liberdade.

A atualização de dados também mostra os casos que são julgados em justiça federal e estadual. Além disso, constam que o sistema prisional brasileiro tem a custódia de pessoas com nacionalidades de todos os continentes mundiais. Todas essas informações foram acrescentadas nos painéis de junho de 2019, de junho e dezembro de 2018 e dezembro de 2017.

O Infopen compila informações estatísticas do sistema penitenciário brasileiro, por meio de um formulário de coleta preenchido pelos gestores de todos os estabelecimentos prisionais do país. Após a divulgação do Infopen junho 2019, feita em fevereiro pelo Depen, gestores prisionais procuraram o órgão para fazer retificação de dados. Por isso, esta atualização também trouxe alteração de informações.

Considerando presos em estabelecimentos penais e presos detidos em outras carceragens, o Infopen 2019 aponta que o Brasil possui uma população prisional de 752.277 pessoas privadas de liberdade em todos os regimes, sem contar delegacias. O dado informado em fevereiro foi de 758.676 presos. A retificação com a diferença do número de presos está na primeira página do Painel de junho 2019.

Em abril, O Depen divulgará os dados do segundo semestre de 2019 e também o Ranking Prisional das Unidades Prisonais.

O Ranking, que avaliará de A a D as penitenciárias no país, terá informações com dados declarados pelos gestores e valorizará as unidades que estão cumprindo os requisitos determinados e estimulará as demais a buscar o melhor cumprimento da Lei de Execução Penal (Lep)

Consulte os novos painéis interativos

Serviço de Comunicação Social do Depen